Cinema

Os cinemas de rua de SP: Parte 4 – Paulista: Reserva, Livraria cultura e Itaú Cultural

sala-de-cinema

O charme dos cinemas de rua e a sua programação diferenciada – que abrange filmes de todo o mundo – continuam resistindo ao tempo. Mesmo depois da degradação do centro da cidade, que culminou na extinção da área conhecida como Cinelândia, novos empreendimentos surgiram para manter a tradição paulistana como o Matilha Cultural e outros foram repaginados como o Cine Belas Artes.

Nesse 4º texto sobre o nosso especial de cinemas de rua, vamos apresentar mais 3 cinemas que foram repaginados e continuam funcionando a todo vapor em meio aos bares e baladas da Rua Augusta e aos grandes prédios empresariais da Av. Paulista.

Cine Reserva Cultural 

blog-salasdecinemadesp

O primeiro deles, logo ali na altura do número 900 da mais paulista das avenidas encontramos o famoso prédio da Fundação Cásper Líbero (que engloba a TV Gazeta, a Faculdade Cásper Líbero e o Teatro Gazeta) que em 1967 abrigava o antigo Cine Gazetinha que fazia a alegria dos mais novos. Depois de um período fechado, desde 2003 ele passou a abrigar o Cine Reserva Cultural que conta hoje com uma livraria, um bistrô e uma cafeteria para antes ou depois do filme.

569484

O Cine Reserva prioriza a programação alternativa, trazendo opções do cinema europeu, asiático e sul-americano em quatro salas bem modernas.

Cine Livraria Cultura 

cine-rio22

Andando pela Avenida sentido Consolação, na altura do 2073 encontraremos o Conjunto Nacional, um edifício e centro empresarial fundado em 1956 que teve o seu primeiro cinema em 1963 com o CineRio que tinha espaço para 500 pessoas. Depois em meados dos anos 70 ele virou Cine Astor que chegou a ser considerado um dos mais chiques da época.

aster
Nos anos 80 ele dá lugar ao Cine Arte, que em poucos meses se tornou um dos melhores cinemas da cidade que funcionou até meados dos anos 2000. Devido a uma crise financeira que quase o fez fechar de vez, foi então criada a campanha “SOS Cine Arte”.

Mas foi somente em 2005 que o cinema foi reaberto, dessa vez com o nome de Cine Bombril. Com a reabertura foi feita uma enorme reforma que ampliou as acomodações, modernizou os equipamentos e mudou a decoração da cafeteria. Hoje ele é conhecido como Cine Arte Livraria Cultura com duas salas em funcionamento e ótimos filmes.

cine-cultura

Cine Sesc

cinesesc-alf-ribeiro

Dalí podemos descer a Rua Augusta sentido jardins e a apenas algumas quadras encontramos o CineSesc. Fundado em 1979 e com apenas uma sala o espaço prioriza exibições de clássicos e alternativos e além disse promove mostras, bate-papos e festivais a preços populares.

Espaço Itaú de Cinema 

cine-majestic-86

Ao voltarmos e descermos a Rua Augusta no sentido do centro encontraremos mais um cinema incrível. Hoje o Espaço Itaú de Cinema fica no lugar em que funcionou o Cine Majestic nos anos 40. Depois de uma crise e de críticas por não receber filmes nacionais o cinema fechou e foi reaberto pelo banco Unibanco nos anos 90 até se tornar do Itaú já em 2008.

Além do espaço que pertencia ao Cina Majestic, ao atravessar a rua você encontra o Anexo, em um lindo casarão com jardim e cafeteria. Hoje o cinema tem como foco as produções independentes com longas nacionais e europeus, mas também abre espaço para as grandes produções norte-americanas. É uma verdadeira imersão no mundo da sétima arte.

itau

Fonte: Blog Sala de cinema de SP, Arquivo Estadão

Thais Cunha

Sobre Thais Cunha

Sócio-fundadora do SP2GO. Amante da cidade, da sua história e das suas peculiaridades. Gosta de aproveitar tudo o que a cidade oferece e de vasculhar todos os seus cantinhos. Uma paulista que simplesmente não consegue se imaginar morando em outra cidade.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *